Subscribe to RSS feeds

terça-feira, 2 de março de 2010

Colorida reflexão


É proibido chorar sem aprender,
Levantar-se um dia sem saber o que fazer
Ter medo de suas lembranças.

É proibido não rir dos problemas
Não lutar pelo que se quer,
Abandonar tudo por medo,

Não transformar sonhos em realidade.
É proibido não demonstrar amor
Fazer com que alguém pague por tuas dúvidas e mau-humor.
É proibido deixar os amigos

Não tentar compreender o que viveram juntos
Chamá-los somente quando necessita deles.
É proibido não ser você mesmo diante das pessoas,
Fingir que elas não te importam,

Ser gentil só para que se lembrem de você,
Esquecer aqueles que gostam de você.
É proibido não fazer as coisas por si mesmo,
Não crer em Deus e fazer seu destino,

Ter medo da vida e de seus compromissos,
Não viver cada dia como se fosse um último suspiro.
É proibido sentir saudades de alguém sem se alegrar,

Esquecer seus olhos, seu sorriso, só porque seus caminhos se desencontraram,
Esquecer seu passado e pagá-lo com seu presente.
É proibido não tentar compreender as pessoas,
Pensar que as vidas deles valem mais que a sua,

Não saber que cada um tem seu caminho e sua sorte.
É proibido não criar sua história,
Deixar de dar graças a Deus por sua vida,

Não ter um momento para quem necessita de você,
Não compreender que o que a vida te dá, também te tira.
É proibido não buscar a felicidade,

Não viver sua vida com uma atitude positiva,
Não pensar que podemos ser melhores,
Não sentir que sem você este mundo não seria igual.

(Pablo Neruda)


2 comentários:

Anônimo disse...

Sei que o texto não é seu, mas gostaria que a vida fosse tão simples e ao mesmo tempo tão boa assim que seria tão fácil passar por cima das coisas ruins porque a vida tem mais a oferecer.
Vejo o que aconteceu comigo: ia me casar este ano, pensei que minha vida estava andando e ia conseguir sobrepor aos meus problemas de vida, mas fiquei desempregada e todo o resto foi-se. Tenho uma mãe com problemas de relacionamento e que faz da minha vida um inferno e eu agora estou sempre na casa onde ela esta e até comida ela esconde de mim, me faz sentir sempre e cada dia pior, se é que isso é possível, e sou humilhada por ela todos os dias por causa da minha condição de desempregada que me faz ainda mais infeliz, ao ponto de pensar em suicídio.
Espero que a vida seja mais generosa com você, assim como o narrado por Plabo Neruda em seu texto, porque pra mim a vida é um martírio sem fim.
Desculpe o desabafo, mas não é possível acreditar que não há um lugar pra mim nesse mundo.

Wagner, DUBLIN disse...

Eu gostaria de saber e sei que tem...nome essa anônima. Pra te chamar pelo nome, pois honestamente falando e acreditando, tudo tem um propósito de ser nesta vida. Talvez sejam coisas remanescentes de vidas passadas, que vc está aqui, para aprender e reverter esse quadro. Pense que nada como um dia após o outro, tudo se resolverá.Sempre acontece isso. quando estou num dia ruim, sabe o que eu faço?...eu vou dormir mais cedo, porque o nascer do sol, todos os dias é uma benção. Suiçidio? vc é mais forte do que imagina e não precisamos de nenhum Pablo neruda, para aceitar isso..Ele foi a maneira que Deus encontrou, de nos dizer coisas bonitas e fazer a gente acreditar nelas..abraço forte, Wagner.