Subscribe to RSS feeds

sábado, 16 de janeiro de 2010

Metro-Herald





Os Jornais gratuitos METRO e HERALD AM foram lançados nas ruas de Dublin em Outubro de 2005. Eles foram concebidos para serem uma leitura rápida, contendo as principais notícias nacionais e internacionais, com informações de Dublin e do restante da Irlanda ,permeando características do estilo de vida do povo irlandês.
Os dois jornais foram unidos em dezembro de 2009 e agora serão distribuidos diariamente na grande Dublin, com estimativa de 65.000 exemplares distribuídos. Metro-Herald é uma junção entre a Associated Newspapers, Independent News e Media e o The Times irlandês.
O estilo do jornal gratuito, é hoje um fenômeno mundial , publicado diariamente 44 milhões de cópias em 56 países no mundo inteiro. Internacionalmente, estes têm um alcance global de 18 milhões de leitores diários e mais de 38 milhões de leitores semanais.
A junção Metro-Herald foi lançada oficialmente na quinta-feira 7 de janeiro de 2010.
Falando do lançamento Paul Crosbie, director-geral do Metro Herald disse: "Estamos muito contentes que o Metro-Herald  foi finalmente lançado. Nosso objetivo é produzir qualidade no jornal gratuito matutino que se encaixa no estilo de vida urbano do nosso público-alvo. A combinação de forças que nos permitiu oferecer uma  plataforma unificada de publicidade, para marcas que buscam alcançar novos consumidores  na capital. Estamos ansiosos para estabelecer Metro Herald, como um eficaz e valioso adicional à paisagem mediática da Irlanda ".
Metro Herald foi lançado com uma nova identidade, design e melhor qualidade, e uma estratégia de distribuição para atingir seus leitores mais assíduos. Jovens profissionais se deslocam diariamente para distribuir o novo Metro-herald  por toda Dublin.

5 comentários:

Italianos no Brasil disse...

Olá, Wagner!
Obrigada pela resposta animadora!! Realmente estou querendo dar um novo rumo na minha vida, apesar do medo... mas penso que é normal, não?!? O que mais me assusta é o fato do meu inglês, como eu te disse anteriormente, ser inexistente e sei que isso me atrapalharia em arrumar um trabalho, até mesmo porque sou formada em direito e minha formação é muito específica e local, mas na verdade aceitaria trabalhar em qualquer coisas, desde que pudesse me manter honestamente.
A Europa pra mim é um sonho. Tive a oportunidade de conhecer Lisboa e um pouco da Itália, minha paixão.
Inclusive, vc já ouviu falar na Ilha da Sardenha (em inglês Sardinia, e italiano, Sardegna?). Vc está aí tão pertinho acho que valeria uma visita! Conheço um local para hospadagem onde mora um freira brasileira por um ótimo preço.
Wagner, uma dúvida: Sei que as escolas aceitam alunas quando as suas turmas já tiveram início, mas vc saberia me dizer qdo é esse início?
Saudações cariocas!

Marcela

Wagner, DUBLIN disse...

Marcela...aqui funciona assim, em qualquer escola. vc chega, eles avaliam seu nivel de ingles e te encaixam no livro que seu nivel atingiu. não importa se a turma estiver na lição 9 do livro...vc entra na lição 9 , por exemplo e depois eles recomeçam o livro de novo..entendeu? em todas as escolas funcionam assim..cada segunda entra um aluno novo, e els encaixam no nivel e no livro...não é como no Brasil, que todos os alunos novos começam a mesma turma, na mesma lição..abarço..vem loooogo

Petite Mélange disse...

Anciosa para chegar na irlanda .....*____*

Ronaldo disse...

Bem meu querido, como prometido, passei aqui pelo blog.
Realmente o que você me disse no msn é verdade! Você é um jornalista!
Esse texto sobre o Metro-Herald é super informativo e o mais interessante é ver o quanto a comunicação é importe e por mais que tenhamos a tecnologia o impresso nunca será dispensado. Você deveria ser reconhecido aí em Dublin como um propagador da cultura irlandesa.
Sempre que eu puder estarei aqui querido amigo. Abraços!

Wagner, DUBLIN disse...

Obrigado, meu amigo Ronaldo...vc faz falta aqui pertinho, mas ta no coração. saudadona, viu?