Subscribe to RSS feeds

sexta-feira, 2 de abril de 2010

Artistas de Rua

Dublin é uma cidade de contrastes, que apaixona não pela grandiosidade de seus monumentos ou pela excelência do seu turismo, mas pela facilidade com que se entrega, igual a si mesma. Terra de emigração em massa há algumas décadas, a Irlanda economicamente adulta (principalmente Dublin) globalizou-se rápida e deliciosamente.

Chegaram as cores e as culturas diferentes, desbravando as ruas como se fizessem parte delas, juntamente com as meninas em seus trajes de colégio, com meias até os joelhos, do Trinnity College, vestidas de "Amy Whinehouse", os velhinhos irlandeses a beberem chá sempre com leite, no Mc Donald's e os vendedores de frutas na rua da feira, gritando 15 bananas for one euro.

Gosto de viver em Dublin, gosto da diversidade e dos sotaques que ouço pelas ruas. Sempre me perguntam, o quão seguro me sinto aqui e a resposta é sempre a mesma: me sinto como se estivesse na minha rua, no interior de São Paulo, tranquilidade.
É tão bom morar aqui, tudo está tão perto, sempre a 15 minutos do centro. Já experimentou comer um "crumble" de maça na doceria "Queen of Tarts"? Corra para lá, é tuuuudo.

Visitar a Grafton Street, com seus tijolinhos vermelhos, o interminável vai e vém de pessoas e turistas, os artistas de rua, com seus inusitados números de dança, música, malabarismos, pinturas, instrumentos e movimentos, com os chapéus a esperar um trocado e retribuir com um sorriso, sempre sorrindo.

Os Dublinenses com as suas incansáveis previsões sobre "chuva", onde o dia aqui pode ter até 4 estações.
Eles não se orgulham do clima, mas sempre estão de bom humor e quando aparece o sol, eles saem com mais facilidade às ruas, aumentado a taxa de piqueniques e exposição ao sol, bem ao estilo "lagartão".
Dublin é pequena, sempre digo que se você se perder, vá para a O'connel Street...todo mundo passa por ali, quase toda hora ou todo dia. Aqui tudo é de todos para todos.
Eu escolhi e me apaixonei por Dublin, me entrego ao seu cotidiano.

7 comentários:

Marcela Cocco disse...

Oi, Wagner!
Não conhecço Dublin, ainda, mas essa é uma das coisas que gosto muito na Europa.
Os artistas de rua são um atração a mais nas ruas das cidades e eu adoro, porque se pode encontrar uma grande diversidade de artista e de trabalhos.
Eu passo por aqui em seu blog todos os dias para ver se tem um post novo, mas dessa vez aproveita também te agradecer pelo carinho de ter passado no meu blog e ter deixado um comentário.
Beijo grande e ótima Páscoa!

Mr. Lemos disse...

Lindo relato, amigo! É exatamente o que eu penso, embora eu não seria capaz de expressar tão bem. Show!

JR disse...

Olá! Descobri seu blog e sempre passo pra dar uma olhadinha. Estou indo pra Dublin dia 08/04 e suas informações e comentários escritos sempre de forma objetiva e "leve" servem como uma ótima fonte de pesquisa. O lay-out novo está ótimo! Parabéns! Gostei muito da sua proposta de blog, mas pelo nome esperava um conteúdo LGBTT. Caso vc conheça um mais direcionado a esse público (não sexual), por favor indique.

Wagner, DUBLIN disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Wagner, DUBLIN disse...

JR, eu entendi o que vc esta procurando, talvez eu seja a fonte, mas preciso saber exatamente o que vc quer. Que tal me mandar um e-mail? irlandacolorda@hotmail.com... tenho certeza que eu sou o cara. Abraço colorido, wagner.

Wagner, DUBLIN disse...

irlandacolorida@hotmail.com, corrigindo

perdidonairlanda disse...

Ola Wagner!
Estou indo para Dublin próxima quarta (07/04) e to naquela fase de sair procurando o máximo de informações possíveis sobre a Irlanda e acabei chegando aqui no seu Blog. Meus parabéns por tudo isso aqui, esta sendo de grande ajuda as informações que estou encontrando por aqui além dos outros blog. Gostaria de saber se eu posso linkar meu blog ao seu...
Até mais e abraços...