Subscribe to RSS feeds

sábado, 28 de novembro de 2009

Estátuas de Dublin 10, 11, e 12


10) Oscar Wilde (1854 - 1900):



Oscar Fingal O'Flahertie Wills Wilde foi um dramaturgo irlandês, poeta e autor de numerosos contos e uma novela. Conhecido por seu humor cortante, ele se tornou um dos dramaturgos mais bem sucedidos da era vitoriana, em Londres, e uma das maiores "celebridades" da época. Wilde nasceu em Dublin, Irlanda. Filho de William Robert Wilde, cirurgião-oculista que servia à rainha. Sua mãe, Jane Speranza Francesca Wilde, escrevia versos irlandeses patrióticos com o pseudônimo de Speranza.Foi educado no Trinity College, Dublin e mais tarde em Oxford. Lá ele recebe a influência de Walter Pater e da doutrina da "arte pela arte". Em 1879, vai para Londres, para estabelecer-se como líder do "movimento estético". Em 1881 é publicada uma coletânea de seus poemas. Em 1882, sem dinheiro, aceita participar de um ano de viagens entre USA e Canadá. Essa viagem lhe rendeu fama e fortuna.Em 1884, casa-se com a bela Constance Lloyd. Com a publicação de "Retrato de Dorian Gray", sua carreira literária deslancha. Oscar e Constance tinham 2 filhos: Cyril e Vyvyan. Mas uma noite, Robert Ross, um hóspede canadense jovem, seduziu Oscar e forçou-o, finalmente, a confrontar-se com seus sentimentos homossexuais que o perseguiam desde a época em que era estudante.Anos depois Oscar foi preso com acusações de conduta homossexual e sentenciado a 2 anos de prisão com trabalhos forçados, sendo a última parte em Reading Gaol. As condições calamitosas da prisão causaram uma série de doenças e o levou às portas da morte. Depois que saiu da prisão, nunca mais voltou para a Irlanda e Grã-Bretanha, vindo a falecer arruinado e doente em paris, França, em novembro de 1900.


..."Viver é a coisa mais rara do mundo. A maioria das pessoas apenas existe"...

..."A cada bela impressão que causamos, conquistamos um inimigo. Para ser popular é indispensável ser medíocre"...

..."Se você não se atrasar demais, posso te esperar por toda a minha vida"...

..."Se você não consegue entender o meu silêncio de nada irá adiantar as palavras, pois é no silêncio das minhas palavras que estão todos os meus maiores sentimentos"...



11) Thomas Davis ( 1814 - 1845):

Memorial e estátua de Thomas Davis em Green College Dublin.


Era um escritor revolucionário irlandês. Thomas Davis nasceu na cidade de Mallow, no condado de Cork, filho de um pai galês, cirurgião da Real Artilharia, e mãe irlandesa. Seu pai morreu um mês após seu nascimento e sua mãe mudou-se para Warrington Place perto de Mount Street, em Dublin. Em 1830, mudou-se para 67 Lower Baggot Street. Freqüentou a escola em Lower Mount Street antes de estudar no Trinity College de Dublin. Ele se formou em Direito, e criou o jornal "Nation" com Charles Gavan Duffy e John Blake Dillon. Dedicou sua vida ao nacionalismo irlandês. Escreveu alguns artigos, que agitaram os nacionalista, da época. Morreu de tubercuose, jovem em 1845 com 30 anos.Está enterrado no Cemitério de Mount Jerome, em Dublin. Era um protestante nato, mas pregou a unidade entre católicos e protestantes. Ele estava à frente do pensamento nacionalista irlandês e foi aclamado como um herói , por ter criado essa idéia nacionalista, promovendo a liberdade e a identidade do povo irlandês. Ele é o autor da famosa canção rebelde irlandesa " A Nation Once Again". Ele também escreveu "Lament for Owen Roe O'Neill". Em 1966 foi criado um memorial, junto à sua estátua, no College Green, pelo o presidente da irlanda Eamon de Valera.


12) Theobald Mathew ( 1790 - 1856):




Theobald Mathew, foi um reformador da temperança irlandêsa, conhecido popularmente como "Pai Mateus". Nasceu em Thomastown, condado de Tipperary, em 10 de outubro, 1790. Ele foi educado em Kilkenny, e em seguida, mudou-se para Maynooth. De 1808 a 1814 ele estudou em Dublin, onde no último ano, ele foi ordenado para o sacerdócio. Mathew entrou na Ordem dos Capuchinhos. Paralelamente, as primeiras organizações sobre a temperança européia, estavam se formando por toda a Irlanda. Mathew aderiu ao movimento em Cork. Entre 1838 e 1842, viajou por toda a Irlanda pregando suas idéias reformatórias. As pessoas se reuniam para ouvi-lo, sobre sua política de abstinência ao álcool. O número de abstêmios só na Irlanda em 1841 foi estimada em 4.647.000, e em três anos, o consumo de bebidas alcoólicas caiu cerca de 50 por cento,a maioria atribuída aos esforços de Mateus. Ele foi para a Inglaterra em 1843 e para os Estados Unidos em 1849, onde, apesar da saúde debilitada, ele pregou em 25 estados. Incapacitado por uma doença, ele voltou para a Irlanda, dois anos depois, onde permaneceu relativamente inativo durante o resto de sua vida. Existem estátuas em sua homenagem em Cork e na O'connell street em Dublin. O movimento com que seu nome está associado começou em 1838 com a criação da Sociedade da abstinência ao álcool, que instituia e pregava a vida do irlandês, sem a bebida. Morreu no dia 8 de dezembro de 1856 em Cobh ( Queenstown), County Cork, após sofrer um acidente vascular cerebral. Ele está enterrado no Cemitério São José, na cidade de Cork, como sempre quis.

2 comentários:

duda disse...

amei o post beijos

Anônimo disse...

Your blog keeps getting better and better! Your older articles are not as good as newer ones you have a lot more creativity and originality now. Keep it up!
And according to this article, I totally agree with your opinion, but only this time! :)