Subscribe to RSS feeds

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Não voltei, porquêêêê....


Eu poderia...leia o último post. Eu poderia e posso muita coisa, outras nem tanto. É claro, que acompanhando meu Blog, você sabe porque eu voltei para o Brasil. Depois do susto, em agosto último, tomei a decisão de voltar, porque fiquei dias pensando, no que uma médica do Mater Hospital, em Dublin, me disse numa tarde linda (poucas) no quarto do hospital, com vista para o mar da Irlanda: "Nós fizemos o melhor e utilizamos os melhores recursos, para salvar sua vida, sem que precisasse de uma cirurgia cardíaca, então, aproveite esta segunda chance que Deus lhe deu".
Ela saiu do quarto, e eu olhei pela janela e pensei comigo: se Deus me deu uma segunda chance, então eu não vou aproveitar ela aqui, distante de tudo que amo e de todos, que me amam. Depois de passar por um tratamento, de 3 meses com Varfarina Sódica (motivo: AVC), eu pude entrar em um avião (por causa da pressão da cabine e da altitude). De que me adiantaria, permanecer na Irlanda, doente ( eu já vim para a Irlanda, sabendo que eu tinha problemas cardíacos). Ainda bem, que pude aproveitar, meu tempo, viajando, trabalhando, e realizando um sonho que tinha ficado adormecido por anos. 
Naqueles dias internados, eu só pensava em voltar para o Brasil, sentadinho no avião e não, em um "caixote" de madeira, deitado. Hahahahahahah ...a gente nasce sabendo que um dia a vida material acaba, mas a espiritual não. E eu não queria mesmo , era dar trabalho para minha família no Brasil. Já pensou no sofrimento de minha mãe e como ela sofreu, nos dias de internação...todo dia eu ligava para dizer que estava bem, para não deixá-la preocupada...quem ainda tem mãe, sabe do que eu estou falando. Só de ouvir a minha voz, ela ficava a feliz.
.

Foto recente, no Brasil, com a mamãe.

 Piazza San marco, Veneza

Bem, mala na mão e passagens aéreas compradas, fiz meu pequeno tour pela Europa, antes de voltar.
Sempre me diziam na Irlanda, que quando eu voltasse para o Brasil, eu ia achar as pessoas feias nas ruas e o país um lixo, depois de conhecer a Europa. Não é verdade!!!...Morar na Europa, na Irlanda onde tudo é limpinho, arrumadinho, e as casinhas cinzentas com cortininha branca, nas janelas também, dá tédio na gente, Porque dá sempre a sensação, que as pessoas são programadas, o cenário é ajeitado, para ser tudo perfeito. E não me digam, que eu estou errado. Com o passar do tempo, perde a graça e deixa de ser novidade. Inglaterra, Irlanda do Norte, Escócia e Bélgica são todas muito parecidas. Quando visitei esses países, sempre pensava: é tudo a mesma coisa, a mesma casinha cinzenta com cortininha arrumadinha nas janelas...hahahahahahahaha. Sem a menor graça. Eu não estou falando das paisagens e na beleza característica de cada um. Estou falando da mesmice, na arquitetura e na organização.

Não que eu ache o Brasil,  lindo e que tudo é perfeito e organizado aqui. Mas a gente cresceu com isso, é a nossa cultura, a nossa raiz...sem contar que o povo brasileiro é alegre, divertido, espontâneo e sociável, coisa que não se vê com muita frequência , neste países e principalmente na Irlanda.


A maioria dos meus amigos na Irlanda, eram quase todos brasileiros, salvo alguns irlandeses e irlandesas especiais que conheci. Eu acredito, que se você "casa", com um irlandês (a), aí sim, você passa a ter mais contato e conhece melhor a cultura local e seus hábitos. Neste caso, a sua estória de vida, passa a ser outra, bem diferente da vida de solteiro na Irlanda, apesar das muitas festas e badalações que existem por lá. 
Tive que contar tudo isso, para poder explicar, que também foi um dos fatores, que mais pesaram na minha decisão de não voltar, além é claro da minha saúde e dos hábitos e alimentos que encontrei por lá. Sinceramente, não estou sentindo falta de nenhum alimento ou bebida, que consumi na Irlanda. E olha que experimentei de quase tudo, para ter uma opinião formada, até caviar...hahahahahahahah...horrível. Como eu sentia falta de fazer compras em supermercado, com o próprio carro (isso não tem preço, Mastercard).
Coisa impossível na Irlanda, sendo um réles estudante e quase todos são. Trazer compras do centro da cidade para casa, era um sofrimento, de ônibus...quero esquecer isto. Eu detestava. Eu resolvi ficar, porque aqui tenho tudo isto, tenho minha família, meus amigos e minha vida de volta.

Comidinha caseira da mamãe: bolinho de batata e farofinha de vagem, eu morreria pela falta disso, na Irlanda.

Ter uma rotina diária, morando com a mamãe, depois de 20 anos morando separados é uma nova readaptação para mim e para ela, que ja criou seus próprios e deliciosos hábitos. Almocinho na mesa, caprichado, todo santo dia à mesa, no mesmo horário. É muito bommmmmmmmmmmm. Tem coisas que eu não me acostumei ainda, como acordar com o galo  cantando e dormir muito cedo. Coisas de interior...adóóóógo. Eu sou uma pessoa simples e de fácil trato.É disto que eu gosto. Não me venha com coisas complicadas e firulas.

 Uma coisa que me diverte atualmente, depois de rever todo mundo: é contar as mesmas estórias que vivi neste intercâmbio, para pessoas e amigos diferentes. Tava eu semana passada, visitando uma Tia e uns primos lá pelas bandas de Minas Gerais, contando depois de um belo almoço, uma parte de minhas estórias, e dizendo que eu me sentia muito só em Dublin, e um dos primos tascou uma pergunta, que me deixou sem fôlego e com um baita nó na garganta: ô primo, porque você não arrumou uma "gringa" e se casou, aí tudo ia ser diferente...elas são feias???....tá vendo minha cara de paisagem???...Acóóóóóórda, garoto!!!!...Eu: Tia, a senhora ja vai servir a sobremesa???  Vamos pra cozinha???...hahahahahahahahahaah. É disto que gosto no povo brasileiro, inôcencia e simplicidade.Ô dóóóó.

Uma coisa boa, eu tirei deste intercâmbio na Irlanda, além das viagens maravilhosas pela Europa, é claro. Se eu pudesse viver na Irlanda, com a minha família e  amigos próximos...eu teria amado esses quase 2 anos. Um arrependimento??? Ter ido para morar. Se tivesse apenas viajado e conhecido a Europa, por uns 2 ou 3 meses, teria feito um melhor investimento do meu dinherio. Como sempre digo, o investimento voltou no meu peito (marca-passo), porque eu não gastei nada, com Hospital e o implante. Obrigado, serviço social irlandês.
Dê valor ao que você tem e onde está.
Voltar um dia para a Europa??? Entrego na mão do destino, e só a passeio.

Deixa eu aproveitar minha segunda chance, agora...

18 comentários:

Mr. Lemos disse...

Ah, malandro! COmo é bom ver que deu certo, que vc tá feliz aí! Assim é que tem que ser. Deixa esse coração novo viver sossegado na casa dele...

Monikinha disse...

Amoreco, seja onde for, q vc seja muito feliz, pois vc merece!

Um beijo bem grandeeeeeeeeeeeeee e espero q um dia desses a gente se encontre...ai ou nas zoropa...quem sabe ?!?!

Deus te abençoe...beijinho na Mommy!

Made by Us - Lucia Duarte disse...

Nas sua razoes, vc esta' certíssimo!! Aproveita todas estas chances que a vida te deu e se seja feliz. Corremos atrás de sonhos e e' importante tentar realiza-los, mesmo que depois venhamos a saber que para ser feliz bastam pequenas coisas...
Viajei muito, construi uma família, mudei de países e não me arrependo...mas hoje, seria mais feliz retornando ao meu canto, junto dos amigos, dos lugares por onde cresci. Isto realmente não tem preço!

Machine_Poker disse...

Wagner,
PARABENS PELA DECISAO!
Lembra quando te perguntei: vc quer mesmo comprar meu curso!? Mesmo depois de ter sofrido um susto desses?!
Caso vc não lembre sou o Cristiano, aquele que vc comprou a sua primeira renovação na escola. Também voltei da mesma forma que você e COM AS MESMAS IMPRESSOES, da Europa. Só que voltei por saudade de meus filhos e namorada e não por um motivo tão serio quanto ao seu.
O que tenho para te dizer agora é, que vais "sofrer" um pouco com a saudade das facilidades que la nos tínhamos, e que existe sim o primeiro e o terceiro mundo. Aos poucos vc mesmo vai se dar conta disso. Mas como vc mesmo disse AQUI é o nosso lugar, nascemos e nos criamos nesse mundinho e por incrível que pareça essas "coisas" fazem parte da nossa historia.
Claro vais sentir saudades da O’Connel da Penneys (disse penneys a loja) uhauhauah, das inúmeras viagens que lá fazíamos por €50 e que aqui são impossíveis de serem feitas. Fiz também vários amigos de diversos estados e não consigo visitá-los dentro do nosso próprio País, e vc sabe pq! As passagens são uma fortuna para viajarmos. Outra coisa são aquelas lojas com marcas que aqui para nos são famosas e maravilhosas e dão algum status e que lá não dizem nada!
Mas por outro lado tenho certeza que algumas coisas vc aprendeu e nem se deu conta. Eu mesmo hj em dia não COMPRO NADA em prestações, da mesma forma que fazíamos lá. Sem pendura e sem contas no final do mês.
Mas por outro lado não tem preço você puder xingar com todas as palavras, reclamar e poder se expressar com clareza e fluência, sem que as pessoas fiquem te olhando com cara de: “será que eu entendi o que ele quis mesmo dizer”, ou vc com a expressão será que falei certo?! Aqui nos sabemos o que pudemos e não pudemos fazer, lá sempre tinha alguém para te dizer, isso não pode, mas ninguém para dizer o porquê que não podia. Imagino que vc também deve ter voltado com essas impressões ou com alguma duvida, mas porque era assim. Lembro de uma cena, perguntei a um Irlandês , porque quando eles jogam Rugby correm todos para o mesmo lado e ninguém dribla o outro hauhauahah, e ele me disse, é muito mais complexo que isso, não tenho como te explicar, huahauha fiquei sem entender o principio básico do esporte uahuahauhaa, mudou minha vida! Ou pior como vou escrever isso?!!? Será que esta mesmo certo!?!? Qual o sinônimo para aquela palavra uhauahauha

Bem tenho para te dizer, apesar de não nos conhecermos pessoalmente, Bem vindo ao Seu lar, cuide de sua “velha” mãe e de seu futuro e principalmente de sua saúde aqui mesmo na terra Brasilis.

Sucesso!

Juliana disse...

Oi Wagner
Como é bom refletir né? Pensar no caminho que estamos trilhando e nas oportunidades que a vida nos dá. Olhar para os obstáculos e fazer deles um novo caminho.
Desejo belas paisagens para a segunda chance viu!
Abraço

Wagner,Brasil disse...

Lemão, eu te disse, que não voltava e penso que fiz a melhor escolha. Eu amo o Brasil, meu amigo.

Wagner,Brasil disse...

Mommy, Monikinha adoreiiiiiiiiiii..e tenho certeza, que vc entendeu perfeitamente tudo, que estou dizendo. Se não fosse, pelos seus entes queridos, te enviarem, os ingredientes necessários do Brasil, para os seus deliciosos quitutes minerinhos...eu tenho certeza que ja tinha trazido a family, para morar no Brasil. É uma pena, a qualidade de vida e oportunidade de estudos, serem melhores ai na Suiça. Porque, lá no fundinho, dá uma sardade da vida lá nas Gerais, não dá?...beijo grande.

Wagner,Brasil disse...

Lucia, eu tenho certeza, que vc me entendeu perfeitamente, como a Monika ai em cima. Só vivendo mesmo, o cotidian europeu, pra saber do que eu estou falando. Ja pensou se todos que vc ama, morassem na mesma rua ai de Craiavon, que vc mora?...seria maravilhoso, não é?...beijo grande.

Wagner,Brasil disse...

Cris Cosme, obrigado pelo comentário. Parte da culpa "boa" de eu ter ficado ano passado na Irlanda, foi sua...hahahahahahahah...bora lá, tocar nossas vidas pela frente. Foi muito bom ter vivido, o que nós vimos lá em cima.Isso ninguém, nunca vai tirar da gente.Foi muito bom, apenas. Parabéns pela filhota recém chegada. Que benção!!!...apesar de nunca tê-lo visto em Dublin, um grande abraço.

Wagner,Brasil disse...

Juliana, vc sempre tão carinhosa e fiel por aqui.Mas tá acabando, hahahahah...vc tem facebook??..me adiciona lá... o blog termina, dia 27 fevereiro próximo, o post já está até pronto e programado...beijo grande.

Cientista Mae Mulher disse...

Ahhhhh,
pq o blog vai acabar. Conta agora suas aventuras no Brasil. Acho q temos mt o q aprender com alguem que Deus deu uma segunda chance.
abraços

Andresa Germano disse...

Fico muito feliz que vc esta se sentindo feliz agora. Acho que o negocio é aproveitar o momento...vc deve ter aproveitado bastante todas as coisas la, e agora aproveite tudo ai no Brasil, desde as comidinhas da mamae, até o cheiro de frutas frescas e a alegria desse nosso povo...
Nós vamos continuar por aqui, pelo menos por mais 2 anos, mas nao tenho do que reclamar, to adorando tudo isso, tenho recebidos visitas e isso tudo nos deixa muito bem...
Boa sorte e felicidades pra ti por ai...te cuida!!!
Bjocas enormes...saudades
Desa e Renato

Wagner,Brasil disse...

Desa e Renato, mais uma vez obrigado pelo carinho de vcs...boa sorte, amores e sucesso na Alemanha.

rose disse...

Wagner,
tao bom saber que esta feliz ai no Brasil (invejinha...)
Me apaixonei pelo seu blog e e' uma pena que vc va encerra-lo....mas assim como vc inicia uma segunda chance, a primeira tem que ter um fim, nemesmo! muitas felicidades ai no nosso grande Brasil! bjs

Tabita disse...

Menino Wagner! So te encontrei hoje! No meu desespero por causa do cabelo hehehehe isso desespera! Fico feliz que esta bem depois do susto que passou e esta bem com seus amigos e familia na nossa terrinha linda de viver!! Pobre de mim que nao encontro cabelereiro na Italia!!! Help!! Beijos, sucesso. To amando seu blog.
Se cuida ta!!!

Wagner,Brasil disse...

Rose, obrigado novamente e e que Deus ilumine mais ainda seu caminho. Tabita, seja bem-vinda, tem muita coisa pra vc ler, aprender e rir, por aqui...boa leitura. Obrigado.

Poliana G. Mateus Ojeda disse...

Oi Wagner, que bom que está contente no Brasil...senti muito dos meus sentimentos nas suas palavras deste post. COnhecer a Europa é sim tudo de bom, mas morar aqui para sempre naooo...pelo menos eu depois de 3 anos aqui, tudo que quero é voltar pra minha terra e principalmente pra perto da minha familia. Nao tem preço isto né?! Felicidades..bjo

Gê** disse...

Olá,Wagner!Procurando sobre MAC na irlanda achei seu blog =D
Minha tia mora em Ennis Clare e chega ao Brasil no próximo dia 12.Ela mora lá há uns 3 anos.Casou e teve um filho,mas diz q sente muuita saudade daqui=D
parabéns pr tudo!Vejo nela o quanto ée difícil pra ambas as partes suportar essa distância!
Ah,o q eu queria era um batom da MAC,será q ela consegue trazer pra mim?ela disse q não viu por lá =O
Grande abraço e tudo de bom!

contato: philia.neikos@gmail.com